29/06/09

Andei lendo: Entrevista com o Vampiro – 1º livro das Crônicas Vampirescas (Anne Rice) e Como falar com meninas (Alec Greven)

Por Ana Carolina | Arquivado em cultura

entrevista_vampiroEntrevista com o Vampiro

Já vi o filme algumas vezes e sempre quis ler o livro, pra ver se o filme tinha sido fiel ou não.
Como já tinha visto o filme tantas vezes, foi impossível não imaginar o Lestat como o Tom Cruise, o Louis como Brad Pitt e a Claudia como Kirsten Dunst (embora ache que no filme ela parece ser mais velha do que a idade que ela teria no livro).
Sempre gostei do Lestat e lendo o livro gostei ainda mais: indeciso, atormentado por ser vampiro, apaixonado. Desculpa aí, mas quem é Edward perto de um Louis-Pitt? Ai ai ai.
Confesso que em algumas partes achei meio cansativo, fica tudo muito ó-vida-ó-azar, sabe? Mas no geral é um livro bem legal e interessante.
A conclusão? Acho que o filme foi mais ou menos fiel ao livro sim. Cortaram algumas partes, modificaram um pouco o começo e o fim, mas a história continuou a mesma. E em tempos de Crepúsculo, Edward e sua família são pouca bosta perto dos vampiros elegantíssimos da Anne Rice.
Ah! Uma curiosidade: a versão em português foi traduzida pela Clarice Lispector.

E só pra vocês terem um gostinho, eis os três personagens principais na versão cinematográfica:

Família reunida

Família reunida

 

.

Kirsten Dunst como Claudia

Kirsten Dunst como Claudia

.

Tom Cruise como Lestat

Tom Cruise como Lestat

.

Brad Pitt como Louis

Brad Pitt como Louis

 

.

comofalarcommeninasComo falar com meninas

Ganhei esse livro em uma promoção da Galera Record e achei uma graça.
Quando escreveu o livro, Alec tinha 8 anos! Resolveu fazer um guia de como falar com meninas para dar uma ajudinha para os amigos, os pais dele apostaram na idéia e começaram a vender cópias bem simples do livro na cidade em que ele mora.
De alguma forma a história chegou até a produção do programa The Ellen DeGeneres Show e ele foi entrevistado em fevereiro do ano passado. Depois disso uma editora resolveu lançar o livro e o menino virou uma celebridade nos Estados Unidos. Já até lançou outro livro, o “Como falar com os pais” e está terminando mais um, o “Como falar com Papai Noel“. Não é fofo?
Tá certo que é claro que provavelmente deram uma melhorada no texto original do Alec, mas a lógica do livro é totalmente infantil.
Aqui em casa todo mundo leu o livro (é hiper rapidinho) e morreu de dar risada. O Henrique até me disse que várias dicas do menino são válidas para toda a vida dos homens. haha.

Algumas das dicas:

Cerca de 73% das meninas normais largam os meninos; 98% das meninas bonitas largam os meninos.

Para fazer uma menina gostar de você, converse com ela e conheça a menina melhor.

O certo a fazer quando você está apaixonado é:
- não seja exibido demais.
- não seja bobo nem idiota
- controle sua hiperatividade (se precisar, coma menos doce).
- Tenha certeza de que seus amigos são legais e não vão tentar ficar com a menina de quem você gosta.

E minha favorita:

A sua mãe gosta que você esteja sempre limpo, e ela é uma menina.

Foooofo. <3

27/06/09

Sorteio no Plastic Fantastic

Por Ana Carolina | Arquivado em compras

Se tem uma coisa que eu gosto é ter a possibilidade de presentear algum leitor de algum dos blogs que participo. Dessa vez o sorteio é lá no Plastic Fantastic: um vale-compras de R$90 na Unik Melissa, pra você comprar o que quiser. Demais, né?

promo_unik_90

Se joguem, meninas!

25/06/09

Tchauzinho, Michael

Por Ana Carolina | Arquivado em cultura

TMZ acabou de anunciar a morte de Michael Jackson, por causa de um infarto.

Nunca fui muito fã do Michael na carreira solo, mas adoro a época de Jackson Five. Então ficam algumas fotos e o vídeo da minha música favorita.

Adoooro Michael criança. <3

Adoooro Michael criança. <3

Adeus, Michael.

23/06/09

Eu recomendo: Filmes

Por Ana Carolina | Arquivado em cultura

Demorei um monte pra falar de filmes por aqui, né? Convidei as blogueiras queridas e tem muita indicação boa, vale muito a pena conferir:

recomendo_filmes

 

Bru Costenaro

peixe-grande-poster02Peixe Grande – Tim Burton
Sinopse: Um homem que viajou o mundo se diverte contando suas aventuras quando jovem, mas enfrenta problemas de relacionamento com seu filho. Dirigido por Tim Burton (Ed Wood) e com Albert Finney, Ewan McGregor, Jessica Lange, Steve Buscemi, Billy Crudup, Danny DeVito e Helena Bonham Carter no elenco. Recebeu uma indicação ao Oscar.

Opinião da Bruna: Incrível que já vi muitas vezes que este filme iria passar, mas nunca havia tido oportunidade de ver, neste último domingo eu vi, e me apaixonei, um filme repleto de fábulas, fala das coisas simples da vida na visão de um contador de histórias, que não só transforma o que aconteceu em sua vida, mas faz com que estas histórias transmitam o sentimento que teve ao vivê-la. Uma pena que seu filho não compreende o sentido destas. Destaque para a cena em que o homem conhece sua esposa, simplesmente doce e mais doce ainda o que ele faz para ficar com ela.
Abram seus corações e deixem está linda história fazer parte de vcs ^^
Podia descrever mais detalhes, mas estragaria a magia das cenas, além da surpresa final!

.

Cris Marques

5_pessoasAs 5 pessoas que você encontra no céu – Lloyd Kramer
Sinopse:
O filme de 2004 é uma adaptação do livro de mesmo nome de Mitch Albom. Seu enredo além de ser narrado de forma deliciosa, transforma o filme em uma agradável viagem pela vida, ou melhor, pela morte de Eddie (John Voight, que é nada mais nada menos que o pai da Angelina Jolie). Tudo começa com a sua passagem para o céu e lá ele irá encontrar 5 pessoas que marcaram a sua trajetória na terra, mesmo que ele não saiba disso.  Aprendendo valiosas lições com cada uma delas ele irá perceber que o contrário do que pensa sua vida foi sim muito importante para milhares de outras pessoas.

Opinião da Cris: Minha mãe que me emprestou o filme, mas depois de muito enrolar, sem querer, coloquei ele para assistir, além de chorar horrores com a linda estória ainda me senti mais feliz depois que ele terminou, como se tivesse refletido obre minha própria vida, por isso eu suuuuuuper recomendo!!!!!!

.

.

.

Dana

fale-com-elaFale com ela – Almodóvar
Sinopse:
Benigno é um cara super tímido que passou a vida toda cuidando da mãe. Ele se apaixona por uma bailarina de uma academia ao lado de sua casa (Alycia). Um dia essa garota sofre um acidente e entra em coma profundo. Benigno, que é enfermeiro, vai para o hospital para cuidar dela dia e noite! Ao mesmo tempo, ocorre a história de Lydia, uma toureira espanhola que termina seu relacionamento com um colega de trabalho chamado “El Niño”. Então ela conhece um jornalista argentino chamado Marco, os dois se apaixonam e se casam. Porém, um dia ela não consegue se desvencilhar de um touro, que a machuca e a faz entrar em coma também!
No hospital, Benigno e Marco se encontram e começam a se conhecer a partir do fato de as duas mulheres estarem hospedadas em coma. Daí pra frente é muuuita história, e só assistindo pra ver como isso termina!

Opinião da Dana: Fale com ela (Hable con Ella – 2002) é um filme muito interessante do diretor espanhol Pedro Almodóvar. Assisti essa semana para uma aula de Cinema na facul, e acho que é um daqueles filmes que todos deveriam ver pelo menos uma vez na vida.
Ah, o filme tem trilha sonora de Elis Regina, e até uma ceninha com Caetano Veloso.
Ganhou o Oscar de melhor roteiro original, e o Globo de Ouro de melhor filme estrangeiro. Assistam!

.

Deborah

diariodeumapaixaoposterDiário de uma paixão – Nick Cassavetes
Sinopse:
Numa clínica geriátrica, um dos internos que relativamente está bem, lê para uma interna com um quadro mais grave a história de Allie Hamilton e Noah Calhoun, dois jovens enamorados que em 1940 se conheceram num parque de diversões. Eles foram separados pelos pais dela, que nunca aprovaram o namoro, pois Noah era um trabalhador braçal e oriundo de uma família sem recursos financeiros. Para evitar qualquer aproximação, os pais de Allie a mandam para longe. Por um ano Noah escreveu para Allie todos os dias mas não obteve resposta, pois a mãe dela interceptava as cartas de Noah para a filha. Crendo que Allie não estava mais interessada nele, Noah escreveu uma carta de despedida e tentou se conformar. Allie esperava notícias de Noah, mas após 7 anos desistiu de esperar ao conhecer um charmoso oficial, Lon Hammond Jr., que serviu na 2ª Grande Guerra (assim como Noah) e pertencia a uma família muito rica. Ele pede a mão de Allie, que aceita, mas o destino a faria se reencontrar com Noah. Como seu amor por ele ainda existia e era recíproco, ela precisa escolher entre o noivo e seu primeiro amor.

Opinião da Deborah: O filme é simplesmente lindo, emocionante, uma história de amor daquelas de tirar o fôlego. Me apaixonei mesmo e me arrependi de não ter visto antes. Tudo é tão lindo e bem pensado… o figurino, os cenários, as paisagens, a trilha sonora e, é claro, a Rachel McAdams como Allie! Ela tá demais.
Tô aqui até agora tentando pensar em algo que não gostei mas não rola. O filme é perfeitinho mesmo! :D

.

Paula Rangel

royal_tenenbaumsOs excêntricos Tenembaums – Wes Anderson
Sinopse: Minha dica é de um filme de 2001, do diretor Wes Anderson escrito também pelo Owen Wilson. Trata-se da história de três irmãos geniais (Gwyneth Paltrow, Luke Wilson e Bem Stiller), filhos de um pai rude (Gene Hackman) que é expulso de casa pela mulher (Anjelica Huston) quando os meninos ainda eram pequenos. Após 22 anos de sumiço, resolve reunir a todos para pedir desculpas e anunciar sua doença terminal. O desenrolar desse reencontro mostra a história dessa família, que é muito intensa, passando pela tragicomédia, despertando semelhanças com nossos comportamentos bizarros do dia a dia, que muitas vezes não percebemos. Há muito amor, tristeza, risadas, delicadezas e lágrimas neste filme.

Opinião da Paula: Achei ideal para assistir debaixo de edredom, pois é uma de-lí-cia de assistir. A fotografia do filme é aconchegante, tem tons tão bonitos… Fica a dica do trailler oficial e da ficha completa do filme no imdb.

.

.

.

Raquel

jackiebrownJackie Brown – Quentin Tarantino
Sinopse:
Contrariando a linha “frio-é-pra-ver-filme-amorzinho”, Jackie Brown, que conta a história de uma comissária de bordo falida que, pra melhorar de vida, resolve investir em uma ação arriscada, envolvendo traficantes, drogas e policiais. Tudo isso com uma trilha sonora de primeira qualidade, boas atuações e diálogos típicos do universo Quentin Tarantino.

Opinião da Raquel: Com um elenco recheado de figurinhas conhecidas, marca a volta da musa negra dos anos 70, Pam Grier. Aliás, o filme parece que foi feito pra ela. Pra quem não a conhece, cliquem aqui.
O filme não é muito fácil de encontrar em locadoras mas vale a pena a busca.

.

.

.

.

.

Thais Aux

kill-bill-poster09Kill Bill – Quentin Tarantino

Sinopse e opinião da Thais misturadas: A fofa da Ana me convidou pra falar sobre cinema em um post especial pro blog dela. E cinema é minha cara! Ela disse que eu deveria falar sobre um filme que eu gosto muito. Nem precisei pensar muito: KILL BILL!
Muita gente não gostou de Kill Bill. Mas quem gostou, AMOU! Kill Bill é assim mesmo, ou você ama, ou você odeia!
O filme tem direção de Quentin Tarantino, e apesar de ser originalmente um filme só, foi dividido em dois (Para aumentar os lucros? Ou para aumentar a tensão?). A primeira parte estreou em 2003 e seis meses depois, a segunda parte chegou às telonas.
A história é bem simples: uma mulher sofre tentativa de assassinato no dia de seu casamento, enquanto estava grávida, fica 4 anos em coma, e quando acorda, quer vingança! A personagem é interpretada pela loiríssima Uma Thurman, que já havia trabalhado com Quentin em Pulp Fiction. O diretor conta a história fora da ordem cronológica, de forma que o primeiro capítulo é o 2. Logo no começo vemos a luta da personagem que chamamos de “A Noiva” quebrando a cara da malvada Vernita Green (Vivica A. Fox). Descobrimos que elas já trabalharam juntas no passado. Eram assassinas de aluguel. O chefe delas? Bill, interpretado por David Carradine (que recentemente foi encontrado morto em circunstâncias auspiciosas).
E em seguida acompanhamos a caminhada da personagem, que quer matar seus oponentes um por um. Para isso, ela precisa da arma perfeita: uma espada japonesa (katana), feita pelo mestre Hattori Hanzo (Sonny Chiba). Outro mestre a ajuda nessa caminhada é Pai Mei, que ensina a arte do kung fu para a moça. Destaque para a sequência da casa das folhas azuis, filmada no Japão, onde a Noiva mata os Crazy 88, liderados pela O-Ren Ishii (Lucy Liu), a primeira da lista e chefe da Yakuza.
O segundo filme tem mais ares de western spaghetti, mais lento, as músicas são diferentes (minha preferida é L’arena, de Ennio Morricone), e acaba com o embate entre a Noiva (cujo nome é revelado lá pro meio do segundo filme) e Bill, com uma revelação surpresa. Ela também vai atrás de Budd (Michael Madsen) e Elle Driver (Daryl Hannah, que assoviou a música que ficou famosa no primeiro filme).
O filme é cheio de referências a quadrinhos, filmes antigos e a obras do próprio Tarantino, como a fala de Vernita: “Eu que deveria ter sido Black Mamba”, o apelido da personagem principal quando fazia parte das D.I.V.A.S. Essa fala remete ao primeiro filme dele, “Cães de Aluguel”, em que o Mr. Pink diz que deveria ser o Mr. Black.
Ótimo roteiro, direção e trilha sonora. Uma obra de arte. Kill Bill é imperdível! ;)

.

Eu

labirinto-do-fauno-poster031Labirinto do Fauno – Guillermo Del Toro
Sinopse:
O filme em um cenário da Guerra Civil Espanhola, narra a história de uma menina, chamada Ofélia, que é levada pela mãe para um acampamento militar onde seu novo marido, um sanguinário capitão franquista, combate rebeldes anarquistas e republicanos escondidos na floresta. Atraída por uma fada que entra em seu quarto Ofélia é levada a um labirinto onde vive um fauno. O Fauno após examiná-la afirma ser ela a princesa desaparecida do reino subterrâneo do qual o labirinto é apenas o portal, para provar isso Ofélia é obrigada a executar três tarefas. Ela põe então em prática as ordens do fauno. Num cenário muito violento, o filme mistura ficção com realidade.

Minha opinião: Quando assisti ao filme no cinema saí de boca aberta e sem saber o que achava: Será que Ofélia era louca e era tudo uma história inventada na cabeça da menina? Será que aquilo era uma lenda em que a menina sem ter muito no que acreditar acabou levando muito à sério?
Sempre que dá assisto mais uma vez esse filme e hoje, depois de umas 6 ou 7 assistidas, acho mesmo que Ofélia era louca e que inventou tudo.
A história é ótima, mas o que faz esse filme ser tão bom é a direção de arte e figurino: tudo lindo, sombrio e realmente bem feito. Os monstros (inclusive o fauno) são todos interpretados por Doug Jones (o único ator magro o suficiente para caber nessas fantasias e na de outros filmes do Del Toro) e não têm nada de 3D, o que deixa o trabalho realmente incrível.
Não é um filme leve, então não espere sair sorridente depois de assistí-lo. Há cenas bem fortes, histórias tristes e algumas questões ficam no ar.

.

E você, tem algum filme pra indicar pra gente?

 

22/06/09

SPFW: Desfile Maria Garcia e Lounge Melissa

Por Ana Carolina | Arquivado em diarinho, moda

No dia do meu aniversário recebi convites para o desfile da Maria Garcia no SPFW. O convite me deixou muito interessada na temática romântica e adorei o pingentinho que veio junto!

convite

Sábado fomos (eu, Rafa, Déa e amiga da Déa) assistir ao desfile: muita roupa larguinha, tecidos esvoaçantes, azul, verde, marrom.. mas o que mais gostei foi a trilha sonora (ótima!) e os tamancos de zebra que as modelos usaram.

maria_garcia
Fotos da Elle, para ver todos os looks, clica aqui.

Depois do desfile fomos conferir o lounge da Melissa, para o Plastic Fantastic. Tudo lindo (projetado pelo meu muso Rosembaum não tinha como ficar feio, néam?), cheirinho delícia de Melissa no ar… mas o azar tava ao meu lado e não ganhei brinde do SPFW (que era distribuído através de um joguinho de sorte). Mesmo assim, voltei pra casa com um monte de chaveirinhos:

chaveiros

O mais legal de tudo foi finalmente encontrar a Déa. Nós duas estudamos todo o colegial na mesma escola, tínhamos amigos em comum e NUNCA nos falamos. Depois não sei como nos encontramos pela internet há alguns anos, viramos parceiras de blog e sábado foi a primeira vez que conversamos ao vivo. Tudo isso depois de oito anos de formadas no colegial.

eu_dea

Quer saber mais sobre o lounge da Melissa no SPFW? Passa lá no Plastic Fantastic e confere os posts.. tem até vídeo (apresentado por mim e minha voz de criança). :)

18/06/09

Presentinho da Mundial: Alicate Fashion

Por Ana Carolina | Arquivado em compras

Antes de qualquer coisa: MUUUIIIITOOOOO OBRIGADA à todo mundo que me desejou feliz aniversário. Desejo tudo em triplo pra vcs, pessoas! Vocês são todos muito queridos! :)

Lembra quando fui àquele brunch do Beleza Mundial? Pois bem, lá conheci a nova linha de alicates de unhas deles, chamada Fashion. São alicates com o cabo colorido, de bolinhas! Me apaixonei pelo roxo com bolinhas azuis assim que vi e ta-da: ganhei um do pessoal da Mundial/Impala!

Chegou aqui em casa ontem (no dia do meu aniversário), super lindo! Veio em uma caixinha de veludo, todo chique:

alicate

Pra quem gostou, fica a dica de que eles já estão à venda em toda a rede Armarinhos Fernando e Renner.