/Arquivo de January, 2010

31/01/10

O melhor dia de 2010, por enquanto.

Por Ana Carolina | Arquivado em cultura, diarinho

Já falei por aqui que gosto muito de Metallica e que a banda é a trilha sonora oficial do meu namoro, né? Daí que o Henrique já tinha assistido ao show deles em 99, mas eu morria de vontade de assistir também. Por isso quando anunciaram o show, corri comprar ingressos e ontem fui para o Estádio do Morumbi para realizar um sonho. :D

Estádio às 19h, quando cheguei. Já estava bem cheio, mas depois ficou muuuito mais!

Estádio às 19h, quando cheguei. Já estava bem cheio, mas depois ficou muuuito mais!

 

Fomos na área VIP porque queríamos ver de pertinho e como minha pressão sempre baixa muito no meio da multidão prefiro ir na VIP para conseguir ver o show com todos os detalhes, tranquila.

A banda de abertura foi o Sepultura e eu tinha MUITA vontade de assistir algum show deles. Não sou fã da banda, mas sempre achei que a energia do show deles deveria ser demais. Me decepcionei. O show se arrastou, o público não se animou muito e o Andreas Kisser ainda foi hiper antipático ao falar que estava “feliz por tocar no estádio do maior time de futebol do mundo” e trocar a camisa da selação brasileira por uma do São Paulo, na hora do bis. Todo mundo sabe que ele é são paulino, mas tinha que fazer isso? Achei bem antipático, mesmo.

Cadê Metallica, porraaaa?

Cadê Metallica, porraaaa?

Ao final do show do Sepultura, começamos a contagem regressiva: meia hora para o começo!

Quando o show começou, foi só alegria: Creeping death, For whom the bell tolls, The four horsemen, Harvester of sorrow e Fade to black deixaram o público pegando fogo. Até essa hora eu fiquei lá no meio da pista, no meio da multidão. A visão ali estava bem ruim, então resolvi ir mais para o fundo.

Assisti That was just your life, The day that never comes, Sad but true, Broken, beat and scarred, One e Master of Puppets me esgoelando lá no fundo da pista, onde ainda estava beeem cheio, mas pelo menos eu via boa parte do palco. One é uma das minhas músicas favoritas e sempre achei que quando estivesse no show, com aqueles fogos de artifício, lança chamas e barulhos de balas eu iria chorar, mas não. Meu estado de alegria era tão grande que nem consegui ficar triste pela história da música, só fiquei com os olhos marejados.

E foi aí que aconteceu: minha pressão finalmente baixou e comecei a sua frio e sentir que ia desmaiar. Então fomos mais para perto da grade final da área VIP, me encostei ali e me deram água. Foi assim que “assisti” Blackened. Ainda bem que foi só o tempinho dessa música para me recuperar.

Passe pra felicidade. :D

Passe pra felicidade. :D

Aí fomos mais para a lateral do palco, onde estava mais vazio e fresco. Acabei ficando bem na grade perto do palco, na lateral esquerda. Eu nem tinha reparado, mas ali tinha uma partezinha do palco, com microfone e tudo. Era hora de ouvir Nothing Else Matters e Enter Sandman, assistindo tudo perfeitamente, pertinho do palco e das caixas de som. Após essas músicas, o Metallica saiu do palco.

A multidão gritou pela banda e eles voltam. Tocam o cover de Queen (Stone cold crazy) e Motorbreath como bis e saem de novo do palco. Todo mundo grita por Seek and Destroy e eles voltam ao palco para tocar a música. E aí o que acontece? Nada menos que Sr. Hetfield vir cantar parte da música ali, na minha frente, no microfone na lateral do palco. Fiz videozinho e tudo, olha como tava perto (minha câmera não faz vídeos com zoom, então essa é a distância correta):

Demais, hein? O show realmente acaba e eles começam a atirar palhetas para os fãs. Eu e Henrique pegamos três, que ficarão guardadinhas para virarem quadros no nosso apê.

Palhetas: a sem caveiras usada + caveira de James Hetfield + caveira de Lars Ulrich.

Palhetas: a sem caveiras usada + caveira de James Hetfield + caveira de Lars Ulrich.

Minhas fotos do show ficaram péssimas, mas fiz alguns videozinhos. Os melhores são esses três que ilustraram o post e por favor, não repare nos meus berros em alguns deles. ;)

E foi assim o melhor dia de 2010, até agora. Muito, muito bom. Fiquei até com invejinha do Henrique, que à essa hora tá lá no estádio esperando pelo segundo show do Metallica no final de semana. X)

29/01/10

Pra decorar a casa e prestigiar artistas nacionais

Por Ana Carolina | Arquivado em compras, decoração

Hoje recebi o link de uma nova loja virtual muito legal: Cartazêra. Como o nome já diz, é uma loja de cartazes (posters) feitos somente por designers e ilustradores brasileiros.

Os posters são em formato A2 (42 x 59,4 cm) e vêm com certificado de autenticidade e assinatura do artista. O preço é de R$48 cada.

Princess in green, da Anna Anjos, que eu ADORO. Já falei dela há um tempão aqui, lembra?

Princess in green, da Anna Anjos, que eu ADORO. Já falei dela há um tempão aqui, lembra?

.

On the road, do Walkir Fernandes.

On the road, do Walkir Fernandes.

.

Sorrows da Suraya.

Sorrows da Suryara.

O mais legal de tudo é que se você é ilustrador ou designer pode enviar sua arte pra lá e, se for aprovada, ela vira cartaz também!

Ótima pedida pra quem tá procurando alguma coisa pra pendurar na parede de casa. ;)

28/01/10

Acabei de conhecer: Nerdcast

Por Ana Carolina | Arquivado em cultura

Não é que eu tenha acabado de conhecer o Nerdcast. A verdade é que sabia há muito tempo que ele existia, mas nunca tinha ouvido nenhum. Eu era daquelas que ouviu uma vez na vida um podcast chato e ficou achando que todo podcast era um saco, sabe? Pois é.

Aí de tanto ver a Michelli, o Barone e alguns colegas de trabalho falando tanto sobre ele resolvi dar uma chance. E viciei. MUITO. Tanto que minha leitura tá super atrasada porque fiquei dois meses sem ler nada no caminho trabalho-casa, só ouvindo Nerdcast. Vício total.

bg_nerdcast_post

Quem não conhece, pergunta: O que diabos é isso? O Nerdcast é um podcast feito por Alexandre Ottoni (o Jovem Nerd) e Azaghâl, donos do blog Jovem Nerd. No podcast são discutidos temas variados, sempre tendo como convidados amigos (de infância ou não) dos dois, outros blogueiros ou especialistas no assunto da semana. Os assuntos variam entre tudo o que pode interessar um nerd: livros, filmes, teorias da conspiração, jogos, televisão e histórias de vida em geral. Tudo sempre muito engraçado.

Os convidados são ótimos mas são muitos, meus favoritos são: Sra. Jovem Nerd, Portuguesa, Tucano, Sr. K, JP e Blue Hand. A Sra. Jovem Nerd e a Portuguesa são as convidadas que dão um toque de humor feminino e as histórias e opiniões delas são ótimas. O Tucano e o Sr. K têm as melhores histórias (sempre hiper doidas) e o Sr. K ainda tem um humor muito (MUITO) parecido com o do meu namorado. JP é o carioca-sem-noção e o Blue Hand sabe tudo sobre tudo, é incrível.

Agora que já terminei de ouvir todos os Nerdcasts que já foram ao ar, fiz uma lista dos que mais gostei (e que são super engraçados!):

025 – Coca-cola, Cheetos e Dança da Vassoura: histórias de adolescência. Bailinhos, moda e música que fizeram parte dos adolescentes dos anos 90.

052 – Histórias de outros carnavais: 5 homens contando as histórias mais doidas de Carnaval. Esse foi um dos Nerdcasts que mais me fizeram rir e o Sr. K tem que ser mencionado. Uma das histórias do Sr. K até virou um curta de animação, aqui. MUITO BOM!

053 – Dossiê Infância: hora de lembrar as histórias de infância. Tem várias histórias em que pensei “putz, podia ser eu”. hahahah

077 – Mas que mania!: sou uma pessoa cheia de manias, então me identifiquei com várias!

088 – Meu mico mico meu: quem não gosta de ouvir histórias de micos alheios? Eu adoro!

090 – Eu só trabalho aqui: histórias sobre o ambiente de trabalho. Esse foi o Nerdcast que mais me fez rir, eu chorava de rir dentro do ônibus.

107 – Valor energético de 8000 Kcal: dietas! Eu morri de rir com os pensamentos totalmente verdadeiros sobre gordinhos e dietas. Tinha hora que parecia que tinham tirado as palavras da minha boca.

128 – Os Trapalhões, Cacilds!: nada mais justo que um Nerdcast só para relembrar o melhor grupo de comédia infantil que o país já teve.

132 – Bêbado e na mão do palhaço: as histórias de bêbado eram tão feias que as vozes foram disfarçadas. Claro que dá pra identificar quem é quem e aí fica mais engraçado ainda.

138 – Simplesmente um luxo, meu amoooor!: manias e coisas de gente rica. Luxo, glamour e coisas ridículas.

154 – Eu ainda estou desgraçado da minha cabeça: terceira parte de um Nerdcast sobre coisas irritante (os outros aqui e aqui). Como existe coisa que irrita! Grrrrr!!!

171 – Isso é coisa de f#dido!: manias e coisas de pobre. Duvido que você não encontre pelo menos 5 coisas que faz no meio das coisas de f#dido.

Além desses, os históricos e os de coisas dos anos 80 são ótimos também.

26/01/10

Olha a Nick Neck de novo aí, geeente!

Por Ana Carolina | Arquivado em compras

Vocês lembram da Nick Neck, a lojinha de acessórios da fofa da Júlia que deu colares aqui no Futricô, né?

Colar Cute Cat, colar Cake´n´Donuts, lenço Ventura África, colar Tinker Bell, colar Life in Colors e colar Estrela 2.

Colar Cute Cat, colar Cake´n´Donuts, lenço Ventura África, colar Tinker Bell, colar Life in Colors e colar Estrela 2.

Pois bem, ela me pediu para avisar que leitor do Futricô continua com frete grátis para qualquer compra (mas tem que avisar que viu a promo no Futricô, hein!). E o mais legal de tudo: todas as peças da Nick Neck estão com 40% de desconto. Tudo de R$9,90 à no máximo R$14,90. Legal, hein? Eu vou ali abrir minha carteira e já volto. :p

23/01/10

Andei Lendo: O clube do filme | David Gilmour

Por Ana Carolina | Arquivado em cultura

clube_filme_gilmourGanhei esse livro da Charline, no amigo-secreto do Plastic Fantastic. Ela acertou em cheio porque eu tava paquerando o livro desde o lançamento mas tava sem coragem de comprar já que tô com uma fila enoooorme aqui em casa.

O livro conta a experiência real de David Gilmour com seu filho Jesse que com 16 anos ia hiper mal na escola. David propôs para o filho que se ele topasse assistir à 3 filmes por semana com ele e não usasse drogas, poderia largar a escola sem precisava trabalhar para se sustentar.

Sempre achei que o filme falasse MUITO sobre o que cada filme ensinou ao Jesse e porque David escolheu cada um deles. Mas me enganei. O livro conta as experiências de vida dos dois e tudo o que aconteceu com eles enquanto o clube existiu. É claro que David fala o porquê de certas escolhas de filmes, mas não são todos. Quem espera um guia de filmes para se assistir, pode ir direto às páginas finais, onde está o índice de todos os filmes assistidos por eles.

Jesse é um adolescente como qualquer outro: é um pouco rebelde, tem seus problemas amorosos e tenta esconder algumas coisas dos pais. David e sua ex-mulher são super liberais e acabam passando a mão na cabeça do Jesse talvez muito mais do que deveriam. É claro que Jesse se aproveita disso e passa noites fora, arranja namoradinhas estranhas, fuma, bebe…

O fato é que terminei de ler o livro com um pouco de raiva: não vou contar aqui o que foi, mas no final das contas David acaba “quebrando” algumas das regras que tinha imposto à Jesse e aí perdeu toooda a credibilidade comigo. hahaha.

Mesmo assim, como o livro é, de certa forma, uma biografia, é claro que eu gostei. :)

11/01/10

Dezembro em fotos

Por Ana Carolina | Arquivado em diarinho

E lá venho eu postar um moooonte de fotos pra falar como foi meu dezembro. Foi um mês ótimo, mas super atarefado. Por isso mesmo não tenho muita foto de situações e pessoass. :/

inicio-dez09

 

05 – Sábado

Meias, postais, imã de geladeira, esmaltes, lenços removedores de esmalte e pendrive.

Meias, postais, imã de geladeira, esmaltes, lenços removedores de esmalte e pendrive.

Minha irmã chegou, pra passar 3 semanas. Levantamos cedinho e fomos até o aeroporto buscá-la. Esses são os presentes que ela me trouxe. ;)

.

10 – Quinta-feira

Óculos transparente da Kipling e óculos roxo com verde da Ana Hickman

Óculos transparente da Kipling e óculos roxo com verde da Ana Hickmann

Resolvi me dar de presente de Natal adiantado uma armação nova, já que meus óculos antigos estavam beeem zuadinhos. Saí à procura de uma armação transparente, mas quando vi essa roxa e verde não aguentei. Aí comprei também um transparentinho roxo já que o roxo com verde é mais marcante. Agora fico variando entre os dois, assim não fico enjoada de nenhum.

.

12 – Sábado

Foi dia do último Blogueria do ano e foi uma delícia! Teve um mooonte de comida, teve amigo-secreto… quem me tirou foi a Aninha. Uma baita marmelada!

Em baixo: Helô, Gi e Yo! De pé: Carô, Jú, Pri, Mari, Prix pink, Mari, Júlia, Mahara,  Lú, Cris, Aline, Lú e Mari. (foto e legenda roubadas da Aninha)

Em baixo: Helô, Gi e Yo! De pé: Carô, Jú, Pri, Mari, Prix pink, Mari, Júlia, Mahara, Lú, Cris, Aline, Lú e Mari. (foto e legenda roubadas da Aninha)

.

Um mooonte de coisinhas de papelaria: lápis, bloquinho, moleskine, canetas, apontador, caderninho... tudo lindo!

Um mooonte de coisinhas de papelaria: lápis, bloquinho, moleskine, canetas, apontador, caderninho… tudo lindo!

E claro que juntar um monte de menina sempre tem alguém com Melissa, né? Dessa vez a maioria estava com algum sapato da marca:

blogueria12-melissasSeria o efeito Plastic Fantastic? Hahahha

.

18 – Sexta-feira

Minha camiseta customizada, livrão que ganhei de amigo-secreto e mini-panetone.

Minha camiseta customizada, livrão que ganhei de amigo-secreto e mini-panetone.

Foi o dia da festinha de fim de ano da agência. Ganhamos uma camiseta para customizar e usar na festa, teve amigo-secreto (quem eu tirei me tirou) e comes e bebes. Foi bem divertido, já que no dia a dia a maioria das pessoas é mais séria.

Como trabalhei até dia 23/12, na segunda-feira nos deram um vale-compra das Americanas.com. Comprei coisas que queria fazia tempo e não tinha coragem de comprar nunca:

Box dos anos dourados, Filme sobre a vida do Elvis e Mr. Potato Head Darth Vader.

Box dos anos dourados, Filme sobre a vida do Elvis e Mr. Potato Head Darth Vader.

Me apaixonei pelo Mr. Potato Head e resolvi começar uma coleção dele. Fica a dica pra quem quiser me dar presente! hahaha X)

.

19 – Sábado

 

Churraaaasco

Fui cortar o cabelo no Retrô Hair e aproveitei pra passar na Galeria Melissa pra comprar parte do presente que me dei de Natal: uma Ultragirl + Giuliana Romano.

Depois fui direto pra um churrasco de final de ano com vários amigos. Foi bem gostoso, pena que acabou cedo por causa das normas do prédio. :(

.

22 – Terça-feira

 

Eu, Mô e Fefê (na barriga da Mô)

Trabalhei normalmente até dia 23 e aí como (até esta hora) estava tudo tranquilo, a Mônica me convocou pra ir treinar poses para as fotos de final de ano. Essa aí é a pose “magra”. hahaha.

Pena que logo depois dessas fotos, teve prazo que apertou e me fez ficar trabalhando até de madrugada. haha. FML.

.

24 – Quinta-feira

Passei o Natal longe do namorado, mas perto da família. Foi uma delícia a noite de natal, teve sorteio que sempre fazemos, ganhei um moooonte de coisas legais:

Ecobag com imagem da Madonna, Caderno de receitas com canetas, Hommer e Bart Simpson de pelúcia, Biografia do Paulo Coelho, Palavras Cruzadas, Livro Correndo na chuva, M&M's, gaveteiro para esmaltes, saleiro e pimenteiro natalinos e chaveiro da Eurocopa.

Ecobag com imagem da Madonna, Caderno de receitas + canetas, Hommer e Bart Simpson de pelúcia, Biografia do Paulo Coelho, Palavras Cruzadas, Livro A arte de correr na chuva, M&M’s, gaveteiro para esmaltes, saleiro e pimenteiro natalinos e chaveiro da Eurocopa.

.

25 – Sexta-feira

O almoço de natal também foi em casa e comi feito uma doida, passo mal só de lembrar. :)

Ganhei vários presentes ao longo do mês, um mais legal que o outro:

Conjunto de fronhas que ganhei da tia do namorado, garrafa térmica de metal que ganhei da minha irmã, livro 1001 discos que ganhei da Erica e do Lê (cumpadis) e copo da Branca de Neve que ganhei da Dani (comadre).

Conjunto de fronhas que ganhei da tia do namorado, garrafa térmica de metal que ganhei da minha irmã, livro 1001 discos que ganhei da Erica e do Lê (cumpadis) e copo da Branca de Neve que ganhei da Dani (comadre).

.

26 – Sábado

 

Ashia e Ultragil Giuiano Romano (com uma luz doida nos paetês).

 

No sábado fui ao shopping com o namorado. Como ele não tinha me dado nada de Natal, pedi uma Melissa, mas disse pra ele escolher o modelo e a cor. A escolhida dele foi a Ashia, modelo que eu nunca tinha dado bola. Experimentei, adorei e tá difícil de tirar ela do meu pé, viu.

.

Plus:
Esses presentes não vieram em dezembro, mas são presentes natalinos e acho justo entrarem nesse post:

Caderninho, kit de hidratantes e mais caderninhos e canetas. :D

Caderninho, kit de hidratantes e mais caderninhos e canetas. :D

A Oriana (colega de trabalho phyna que só) leu aqui no blog que eu queria caderninhos e me deu um moleco. A Carol (comadre amada e amiga de longa data) também me deu caderninhos e canetas lindas! Já o kit de hidratantes da Victoria’s Secret ganhei da Amanda (namorada do meu cunhadeenho). Ainda teve minha sogra que resolveu me dar dinheiro e estou pensando o que comprar com ele. X)

.

E foi assim que acabou 2009. ;)